Educação Ambiental

Boas Práticas

Escolas

Cidadania e Desenvolvimento - Desafios do Milénio (A.E. D. Maria II)
Cabe à escola um papel central, enquanto formadora de indivíduos capazes do exercício de uma cidadania ativa, não apenas esbater as fronteiras entre as disciplinas, mas transformar o que gera estas fronteiras.
A Estratégia de Educação para a Cidadania do Agrupamento D. Maria II (EECE), Cacém, valoriza a acelerada transformação que caracteriza a atualidade, o que conduz à necessidade do desenvolvimento de competências diversas para o exercício da cidadania democrática. Esta visão implica uma “Whole School Approach”, bem como os 4 C da Educação do Séc. XXI: criatividade, colaboração, pensamento crítico e comunicação.


Desafios do Milénio
Sintra, Ciência, Água - Escola Secundária Gama Barros
“Água”, tema do Projeto Educativo, serviu de mote ao desafio feito pela docente de Física e Química aos alunos da turma CT2 de 10.º ano. Articulando com Cidadania e Desenvolvimento, Português e Biologia e Geologia,
foi feita a abordagem do tema através de imagem fotográfica. Desde a produção de textos na disciplina de Português à exploração do problema da poluição marinha em Cidadania e Desenvolvimento (Educação Ambiental), este projeto revelou-se muito interessante pela transmissão de valores de respeito, partilha, curiosidade, reflexão, cidadania e participação, envolvendo inclusivé alguns encarregados de educação. Fica o registo fotográfico do trabalho desenvolvido.


Exposição de Fotografia
Alterações Climáticas, um desafio para a Europa
O A.E. de São Bruno – Caxias faz parte da Rede de Clubes Europeus, tendo trabalhado no presente ano letivo o tema “Alterações Climáticas, um desafio para a Europa”.
Apesar de, devido ao estado de emergência causado pela pandemia, estarem longe uns dos outros (alunos e professores) a resposta à continuidade do projeto foi massiva. Desde a educação pré-escolar até ao 9.º ano, os docentes desenvolveram com as suas crianças/jovens projetos/tarefas muito interessantes, resultando uma imensa variedade de trabalhos artísticos, científicos, informativos, mas sobretudo evidenciando enorme consciência ambiental e muita criatividade.


Interpretação musical - Meu planeta azul, Vídeo de motivação para os alunos – “Missão Possível”, Mural colaborativo (padlet) - Alusivo ao dia Mundial do Ambiente
Encantos da Floresta
Na sequência dos fogos florestais de 2017, ocorridos nesse ano no distrito de Braga, os coordenadores das escolas e os professores do Agrupamento de Escolas Alberto Sampaio executaram um projeto educativo o domínio da Educação Ambiental, partindo de uma história acerca de uma gota de água. Este projeto, foi realizado numa articulação entre as Artes e a Educação para a Cidadania, tendo sido envolvida a comunidade educativa, a sociedade civil e instituições públicas e privadas. Surgiu assim a ideia da realização do espetáculo - Encantos da Floresta.
Com este projeto, germinou, para além do espetáculo Encantos da Floresta, trabalho em rede de promoção de novos projetos e de aprendizagens colaborativas.
Assim, no passado dia 25 de janeiro, no palco do auditório do Espaço Vita, em Braga, e no contexto das atividades extracurriculares desenvolvidas nas áreas de canto coral, expressão dramática e expressão plástica do Agrupamento de Escolas Alberto Sampaio, decorreu o espetáculo Encantos da Floresta. Atuaram cerca de 150 alunos do 3.º e 4.º anos de escolaridade das EB1 de Nogueira, Fraião, Trandeiras e Esporões, em Braga, dando corpo a um evento que contou com a colaboração da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, através do programa Recomeçar, e também com a promoção do Instituto Português do Desporto e da Juventude.
Foram igualmente parceiros neste projeto: a Academia de Teatro Tin.Bra, a Eplural – Cooperativa de Educação não Formal, cooperativa responsável pelas Actividades Extracurriculares, o Conservatório de Música Bonfim, Estabelecimento de Ensino Particular e Cooperativo especializado em Música, em regime de paralelismo pedagógico, e a Equipa Espiral – Associação Humanitária, Cultural e Recreativa de Braga.


Educação Ambiental – práticas de cidadania!


À descoberta das sementes da nossa Terra

Outras

Plogging: uma corrida para salvar o planeta
Plogging é uma atividade que conjuga a prática da recolha de resíduos e o jogging – a corrida.
Da autoria de Cláudia Pires e Daniela Coelho é um trabalho realizado no âmbito da Disciplina de Jornalismo e Vídeo, do Curso de Ciências da Comunicação da Universidade do Minho (Braga).

Plogging: uma corrida para salvar o planeta, Sessões de plogging realizadas no Minho por Carlos Dobreira
Jardim Zoológico: Vamos Conhecer os Animais?
Propostas educativas do Jardim Zoológico sobre a conservação da biodiversidade e a valorização da vida animal.

Jardim Zoológico: Vamos Conhecer os Animais?